Black Rainbow

16 de junho de 2018

Por Amesterdão - Parte 1

11:00 6
Por Amesterdão - Parte 1
Passei umas semaninhas sem vir ao blog mas prometo que foram por boas razões! O mês de Maio, juntamente com o inicio de Junho, foi bastante produtivo e atarefado. E não me estou a queixar!

Mas pelo titulo do post (ou se me seguem pelo instagram) já podem perceber um dos motivos pelo qual estive mais afastada. No inicio do ano, depois de ter feito a operação ao coração, eu e uma amiga, não esperámos mais tempo e corremos para um agência de viagens para planear a nossa. 


Foi tudo muito simples, a agência fez praticamente tudo e, nós, só tínhamos que ir pagando e, claro, esperar pelo dia da partida.
Esse dia chegou bem mais rápido do que esperávamos, e logo era dia 7 de Junho.

Escolhemos, para nossa primeira viagem, Amesterdão e, depois de lá ter ido, não me arrependo nada!

Rua do Hans Brinker Hostel

A cidade de Amesterdão é simplesmente linda, as casas, as pontes, até as pessoa são lindas (e super simpáticas e prestáveis!). 
Quando lá chegamos, foi um desespero! Em Amesterdão, as ruas são, literalmente, todas iguais e isso baralhou-nos bastante! Queríamos encontrar o nosso hostel mas ficamos 2 horas perdidas sem saber para onde virar. O que nos salvou, um bocadinho, foi mesmo o GPS no telemóvel e a simpatia de algumas pessoas que nos ajudaram. E a verdade é que o nosso hostel é bem fácil de achar e fácil de decorar onde fica pois é bem perto do centro da cidade.

Ficámos no Hans Brinker Hostel, (que viemos depois a descobrir, por um brasileiro que trabalhava no hostel, que existe um Hans Brinker também em Lisboa!) e, confesso que, ao inicio, foi um choque pois os quartos são super básicos, duas camas, dois cacifos e uma casa de banho, apenas e só!
Mas a verdade é que este Hostel ficará para sempre na minha memória. Pode não ser o melhor em termos de quartos mas não poderíamos ter ficado num hostel mais acolhedor e mais "especifico" para mim e para a minha amiga!

Com "especifico" refiro-me ao facto de que este hostel é direccionado para jovens (o que não signifique não hajam pessoas mais velhas). Este Hostel tinha um bar próprio onde, em diversas horas, existiam as "Happy Hours" em que até avisavam nos quartos que esta iria começar, tinha um pátio onde era o único sitio onde se podia fumar (ótimo para eu não levar com o fumo dos outros), e até Bear Pong era possível nós jogarmos, pois o bar possuía uns copos próprios e um preço especial para a bebida com que se ia jogar! O mais importante disto tudo é que ele possui uma discoteca no andar de baixo, literalmente uma discoteca, onde apenas podem entrar os clientes do Hostel, não é incrível?
Mesmo que eu tente vos explicar tudo o que é aquele Hostel, nunca vou conseguir transmitir-vos o que eu senti quando lá estava e o que sinto agora, sabendo que, provavelmente, já não vou lá voltar.







Umas das coisas que mais me surpreendeu um Amesterdão foi a temperatura. Amesterdão é conhecida por ser uma cidade fria e "escura" mas quando lá chegamos, deparamos-nos com o contrário. Estava super calor, um calor que ainda não tinha sentido este ano, em Portugal, e estava bastante sol.
O que não aconteceu no dia a seguir. Já estavam 19º graus, algum vento e até choveu, pelo que tive que comprar uma sombrinha de Amesterdão, o que serviu como "recuerdo".
Nos restantes dias, esteve aquele tempo em que nem frio nem calor está, sabem? Aqueles dias em que se está bem de alças mas com o casaco na mala para o caso de fazer um bocadinho de frio.







Amesterdão é conhecida por ser uma cidade com uma mente mais aberta e feliz. Em Amesterdão é legal fumar droga e também é legal a prostituição, coisas que são tabu de falar em Portugal. Em qualquer rua que passamos, o cheiro a droga é notável e é perfeitamente normal ver-se pessoas a fazê-lo. Já a prostituição é legal, sim, mas não se vê isso durante o dia, e apenas acontece na Red Light District. 
A Red Light District era uma coisa que não me despertava muita curiosidade, para ser sincera, mas depois da lá ter ido, fiquei bastante surpreendida. Não se pode filmas estas ruas para a segurança das "meninas" e houve até um incidente com uma mulher que tirou uma foto e a "menina" não gostou e ainda atirou com uma garrafa de água à mulher, o que é compreensível visto que existem varias avisos de que não se pode fotografar. Este "district" é um mundo à parte de Portugal e até outros países, ninguém tem a mínima noção do que acontece lá e mesmo que eu vos tente explicar, não é a mesma coisa, só vendo com os próprios olhos. 
Mas posso contar algumas coisinhas. A Red Light Distric são duas ruas divididas com um canal, onde, ao longo dessas ruas, existem varias "meninas" (não despidas, mas com roupa interior) dentro de uns quartos, apenas fechados com um a porta com um vidro, para que se possa ver a rapariga e ela a nós. Mas também existem vários cafés com esplanadas e museus ao longo das ruas.  








As casas são outro ponto turístico de Amesterdão, e isto porque antigamente os terrenos eram muito caros então as casa eram feitas para cima, em vez de para o lado, o que, hoje, é muito interessante ver casas super pequenas de largura, todas juntas. Por serem casas estreitas e com escadas também muito estreitas é quase impossível subir objetos ou moveis e para resolverem esse problema, instalaram uma espécie de gancho na parte superior das casas, onde se colocam uma espécie de corda para poder levantar os moveis e poder  colocá-los nas casas.
Também existem casa flutuantes, ou seja, como se fossem barcos, mas são literalmente casas com electricidade, água, e tudo o que uma casa normal precisa.






A quantidade de bicicletas é inacreditável como dá para perceber por algumas fotos, tal como a quantidade de vezes que íamos sendo atropeladas por bicicletas também ser inacreditável. As pessoas lá fazem a vida toda em bicicletas e isso mostra bastaste sobre o carácter da cidade.

A mentalidade das pessoas que vivem em Amesterdão é muito à frente da nossa, não só pelo que já vos falei mas também pelo factor ambiente. São raros os carros pela cidade e o que se vê mais são as bicicletas e os transportes públicos que estão sempre cheios. Também pelo facto de não haver qualquer tipo de lixo no chão, as ruas estão sempre limpas pois existem varias pessoas que, diariamente, vão apanhar o lixo do chão, como seu trabalho. 

As pessoas são, em geral, super simpáticas e atenciosas e foram raras as pessoas que não nos quiseram ajudar ou que foram rudes, mas também, todos temos dias menos bons.

Eu adorei toda a experiência que foi a minha primeira viagem e ainda mais até Amesterdão, pela qual eu fiquei apaixonada e com uma vontade enorme de lá voltar, até voltar ao mesmo hostel.

Este foi o primeiro post sobre Amesterdão, pois ainda há imensa coisa para dizer sobre esta cidade linda. Podem ver mais sobre a minha estadia lá, através dos instastories, no meu instagram.
Fiquem à espera dos próximos posts!


Já visitaram Amesterdão?
Ficaram com vontade de conhecer?
Ansiosos para saber mais?

Beijinhos, Mónica.

26 de maio de 2018

Novex Minha Praia - Embelleze

11:00 3
Novex Minha Praia - Embelleze
No passado dia 16, recebi um email a dizer que brevemente iria chegar uma encomenda da Embelleze ás minhas mãos e eu, como é óbvio, fiquei super ansiosa! Pensei que ainda fosse demorar uns dias mas a verdade é que, passado umas horas, a transportadora me estava a ligar para entregar a encomenda!
E hoje venho mostrar-vos as coisinhas que me enviaram!


Com muito agrado meu, a calor chegou e, com ele, o tempo de praia também está cada vez mais próximo e a Embelleze lembrou-se disso e está a preparar todos os seus clientes para poderem aproveitar o sol ao máximo sem prejudicarem os seus cabelos.

Lançaram a linha "Novex Minha Praia" que está indicada para todos os tipos de cabelo que precisam de proteção extra e de uma boa dose de hidratação e nutrição após a exposição solar e os mergulhos de mar ou piscina. Também previne o ressecamento dos fios e a perda de humidade, deixando o cabelo suave e incrivelmente cintilante - para além de oferecer um delicioso perfume a Água de Coco e Chá Verde!

Esta gama é composta por um Kit de Champô e Condicionador, uma Máscara e ainda um Spray Protetor Desembaraçante.

 

No Kit de Champô e Condicionador o que me chamou logo a atenção foi o cheiro dele. É um cheiro super suave que eu juro para vocês que faz lembrar o cheiro de praia! Até as embalagens dos produtos são super giros, cheios de cor e brilhantes.

Sempre ouvi dizer que o coco faz maravilhas e, esta gama, tendo água de coco como componente, posso comprovar que realmente faz maravilhas a tudo.

O Champô é isento de sal, parabenos e petrolatos, já o Condicionador é isento de silicones, sulfatos, parabenos e petrolatos.

Para ter um cabelo "Minha Praia" deve-se lavar com cabelo com o Champô e massajar desde o couro cabeludo até às pontas e enxaguar de seguida. Depois aplicar a Máscara e deixar atuar durante 10 minutos e enxaguar. Por ultimo, deve-se aplicar o Condicionador, deixar atuar durante 2 minutos e voltar a enxaguar. 
Para um resultado ainda melhor, devemos aplicar uma pequena quantidade do Spray Protetor Desembaraçante




O facto da Embelleze criar uma gama especifica para os tempos, que se aproximam, de praia mostra que eles realmente se preocupam com os seus clientes e que só querem que protejamos os nossos cabelos de ataques que o verão provoca.

Porque tal como a Embelleze diz:
Por muitos cuidados que tenhamos durante as horas de maior exposição solar - enquanto nos deliciamos com refrescantes mergulhos à beira-mar ou dentro de uma piscina, a proteção capilar não acaba quando o sol se põe e arrumamos a toalha e as sandálias na mala! 


Para alem dos produtos, ainda foram mais atenciosos ao enviarem também um saquinho para levar para a praia e um saco térmico para levar-mos a marmita e água refrescante para a praia sem problemas!

Tambèm receberam estes produtos?
O que acharam deles?
Curiosos com a gama?

Beijinhos, Mónica.

19 de maio de 2018

O meu problema de coração - Parte 2

11:00 2
O meu problema de coração - Parte 2
Tal como prometido e dito, hoje venho (finalmente) fazer a 2ª parte dos post sobre o meu problema de coração. Se viram o ultimo post sobre o tema (podem vê-lo aqui) já estaram mais a par do que se trata e de como tudo começou. Se não o viram, têm se o fazer pois iram estar fora do contexto deste post.

Publiquei a 1ª Parte no dia 3 de Janeiro e a verdade é que no dia seguinte recebi o telefona com a marcação da operação, até parece que foi de propósito! Fiquei tão feliz e entusiasmada. A operação foi marcada para o dia 10 de Janeiro, exactamente uma semana depois, nunca eu imaginaria que iria ser tudo tão rápido! Mas a verdade é que foi.


No dia 10 de Janeiro estava eu a caminho do Hospital de Santa Cruz para fazer a minha pequena operação. O caminho para lá, parece que, demorou uma eternidade e senti várias vezes o meu coração a ter palpitações que não devia, o que me deixava ainda mais nervosa. Mas, finalmente, lá cheguei e fui praticamente logo atendida. Foi tudo muito rápido. Ainda antes das 11 da manha (hora marcada para a cirurgia) já estava dentro da sala onde tudo iria acontecer. Preparam tudo super rápido e logo chegou o médico.

Demorou apenas 48 minutos. Levei apenas anestesia local, e confesso que foi o que me custou mais. Todo o processo foi bastante simples. Apenas tinham que inserir um tubo, através da virilha, numa veia que está ligada ao coração. Esse tubo, teria que percorrer "um caminho" até chegar ao coração e, ai sim, senti umas pontadas de dor mas nada de muito grave. Uma vez encontrada a (tal) via acessória, no coração, esse tubo, iria queimar esse espaço o que iria fazer com que o choque eléctrico (ou seja, o batimento) não consiga passar por essa via e volte a fazer o caminho, dito, correto. Senti o momento em que queimaram a via, foi uma sensação de calor no coração mas não chegou a ser dor.

O pior disto tudo foi mesmo ter de ficar, literalmente, sem me mexer, deitada durante umas 5 horas. Levei um ponto na virilha e, por isso, é que tinha de estar o mais imóvel possível. Passadas essas 5 horas, tiraram-me o ponto e mudaram o penso. Estava livre para vir para casa! Deram-me apenas algumas recomendações e nada de mais.

Vim para casa e tudo parecia normal. Passado uma semana voltei a sentir as tais palpitações que não devia. Fiquei em pânico! Felizmente tinha uma consulta marcada, à qual fui em Abril. Lá o médico disse que o que senti era normal e não havia qualquer problema. Estou curada! (palavras do médico!)

Com isto, agradeço a todas as mensagens que recebi de carinho e preocupação e também agradecer ao Hospital e a toda a equipa médica que esteve comigo, foram todos super prestáveis e sorridentes para comigo e, isso, também ajudou em todo o processo da cirurgia. 
Finalmente, posso fazer muitas das coisas que tinha receio de fazer antes da operação, tal como viajar, que era uma coisa que já tinha planeado fazer logo que tivesse isto resolvido e que farei daqui a menos de um mês, entre outras coisas.

Obrigada e vemos-nos no próximo post!
Mónica.

16 de maio de 2018

SUNNIES by ILYMIX plus DISCOUNT INSIDE

11:00 1
SUNNIES by ILYMIX plus DISCOUNT INSIDE
Quando marcas me contactam para fazer algum tipo de parcerias eu fico bastante orgulhosa pois mostra que as pessoas gostam e confiam no meu blog ao ponto de quererem que eu mostre os produtos e dê a minha opinião sobre os mesmos.
Mas quando a ILYMIX me contactou eu fiquei ainda mais feliz e entusiasmada porque eu sou louca por óculos de sol, como já deviam de saber.

A ILYMIX é uma loja online de acessórios de moda, não só de óculos de sol mas também e chapéus, malas, lenços, entre outros, mas claro que eu tinha que encomendar uns óculos.

Os óculos que se vendem na loja não são nada tradicionais e foi isso que me chamou mais à atenção. São óculos bastante diferentes e originais que em se vê mais as celebridades ou mesmo algumas youtubers ou bloggers usarem mas que ainda podem causar algum tipo de estranheza.

E estes, foram os óculos pelos quais eu me apaixonei!


A encomenda chegou bastante rápido e a equipa é super prestável. Houve um problema em que não estava a receber o aviso de envio e mandei mensagem a perguntar o que tinha acontecido e logo me explicaram que tinha colocado um numero da morada incorrecta, (my bad) mas logo resolveram a situação e passado, literalmente, uma semana já estavam nas minhas mãos. UMA SEMANA, fiquei super surpreendida com a rapidez visto que é um loja estrangeira.




Os óculos vinham embalados de uma forma tão querida que tinha que vos mostrar. Tanto o autocolante com mensagem super querida tanto como as fitas para "proteger" os óculos, super giro.
As fitinhas em tom de rosa ficaram super cute com os óculos vermelhos. Não sabia que gostava tanto de ver rosa com vermelho.

Vocês são Team-Rosa&Vermelho ou são Anti-Rosa&Vermelho?


Os óculos são em forma de eye cat e já à muito tempo que queria uns assim. Decidi pedir em vermelho pois queria uma cor que se destacasse mais e vermelho é o ideal. Eles têm ainda em toda a sua volta uns brilhantes em dourado, que eu preferia que fossem sem prateado mas pronto, e fiquei super in love por eles.

Estava com medo de não gostar de me ver com eles mas a verdade é que até gosto! Não são os óculos que me fiquem melhor mas até que gosto bastante e estou super satisfeita com a minha escolha.



Agora para vocês, tenho um grande desconto! Se usarem este link para comprarem os vossos óculos, têm logo $15 DE DESCONTO
Corram para comprar os vossos sunnies e arrasem este verão!

Já conheciam a loja?
O que acharam da minha escolha?
Vão comprar os vossos?

Beijinhos, Mónica.

12 de maio de 2018

You Lost Me - Outfit

11:00 9
You Lost Me - Outfit
O meu lema de vida é "tudo acontece por uma razão". Desde que ouvi esta frase que a levo sempre comigo, para tudo. Porque mesmo quando acontece algo de mau, eu penso que teve que acontecer e que, por causa disso, irá acontecer coisas boas que eu não esperava e, isso, faz com que eu não fiquei tão triste ou mal com o que aconteceu. 
Eu revejo-me como uma pessoa que anda sempre feliz e contente e muito se deve a este lema!


Finalmente, consegui fotografar esta camisola, que já à muito que o queria fazer. As t-shirts com quotes ou imagens andam super na moda e eu, sinceramente, no inicio, não liguei muito pois eu preferia camisolas "diferentes" como por exemplo, sem ombros ou cropped mas a verdade é que depois de ver tantos formatos e estilos diferentes de t-shirts comecei a querer muito umas.




E esta t-shirt foi a primeira que comprei. Quando o vi na loja soube logo que a tinha que a comprar pois eu adoro a frase que tem escrita. Your Loss, Babepara mim, significa muito mais que "tu perdeste-me". Para mim, significa que temos confiança em nós, que sabemos os nossos valores e que temos significado mas, que a outra pessoa, não soube valorizar (e isto serve tanto para relacionamentos como para amizades). Mas tal, como disse ao inicio, tudo acontece por uma razão e, se essa pessoa "me perdeu" é porque tinha que acontecer!

Com isto, de certeza, que estarei mais atenta à secção das t-shirts!!





Neste dia estava imenso calor, e quando digo imenso, é mesmo muito calor. Já não me lembrava do que era suar mesmo estando à sombra. Contudo de manha, ainda está um tempo fresco, então decidi levar uma camisa fina por cima. Eu gosto bastante desta camisa e, se pudesse, usava-a diariamente, mas o tempo não deixa pois ora está frio ora esta um calor que não se pode. 
Como eu gostei tanto de ver o padrão da camisa, no look, com o calor, decidi pô-lo à cintura e confesso que gostei bastante do resultado.





As calças já apareceram algumas vezes por aqui mas eu gosto tanto delas que tenho que as trazer mais vezes. Como a t-shirt era mais simples, achei que estas calças ficariam super bem pois torna o look mais eu, mais arrojado. 
As sapatilhas também já os conhecem bem, são os da Primark prateados que tornaram o look ainda mais "chamativo".

Nos acessórios, apenas usei um choker simples, preto com um pendente triangular, para não desviar muito a atenção da roupa, e também umas argolas. E os óculos, que não podiam faltar, são os que mais uso ultimamente mas que infelizmente já estão a ficar bastante largos (claramente, que os uso demasiado!)

  



Estas fotografias foram tirados no Castelo de Almourol, sitiado em Vila Nova da Barquinha. é um sitio que nunca pensei para tirar fotos mas num dia em que precisava de um sitio à pressa, lembrei-me do castelo e acontece que as fotos ficaram super giras. Lembro-me de ir lá uma vez quando era pequena mas nunca mais lá tinha ido. A minha mãe nunca tinha lá ido. Engraçado como, por vezes, temos sítios tão bonitos perto de casa e não os conhecemos!
O castelo, em si, não tem muito para ver, mas a vista do topo do castelo é linda e só o facto de andarmos de barco para irmos até ao castelo, vale a pena. 
 Tirei algumas fotografias ao próprio castelo para vos mostrar.





 T-shist: CODE / Calças: Pull&Bear / Camisa e Sapatilhas: Primark / Chocker: Local / 
Argolas: MO / Óculos: Local

O que acharam do look?
Que mensagem tiram da t-shirt?
Já conheciam o Castelo?


Beijinhos, Mónica.